Informação

Cães com diabetes: diagnóstico e tratamento


Se os cães estão constantemente cansados, bebem muita água e perdem peso, o diabetes pode ser o motivo. Uma visita ao veterinário é, portanto, inevitável: ele fará o diagnóstico e iniciará o tratamento para que seu cão fique rapidamente melhor. Cães com diabetes: diagnóstico e tratamento são feitos pelo veterinário - Imagem: Shutterstock / Roger costa morera

Se houver suspeita de diabetes, o veterinário deve primeiro excluir outras doenças. Portanto, ele faz exames de sangue e urina para determinar as causas dos sintomas. Se seus níveis de sangue e urina estiverem altos em açúcar, seu cão pode ter diabetes.

Se a doença estiver mais avançada, exames adicionais podem ajudar a descobrir se há complicações como infecções do trato urinário ou catarata (turvação do cristalino do olho). Obviamente, eles também são levados em consideração durante o tratamento.

Cães com diabetes: tratamento com insulina

Cães com diabetes são tratados, por um lado, alterando sua dieta e, por outro lado, com medicação. Você geralmente precisa dar ao seu cão diabético uma injeção diária de insulina. O seu veterinário mostrará como colocar a seringa para que você possa fazer as pazes em casa.

Ele também determina a dose e o intervalo de tempo entre a administração do medicamento, adaptado ao seu animal. A seringa de insulina é geralmente administrada após a alimentação. A quantidade de insulina depende, entre outras coisas, do peso corporal do animal, mas também de outras circunstâncias, como o grau de diabetes.

Mudando a dieta de cães com diabetes

Uma dieta equilibrada para cães também é importante para cães com diabetes. De qualquer forma, certifique-se de que os alimentos para cães não contenham açúcar e contenham pouco carboidrato. Um aumento no teor de fibra bruta retarda a absorção de açúcar dos alimentos no sangue e evita níveis excessivos após a alimentação.

A obesidade piora os sintomas e é muito desfavorável para o curso da doença. Alimentos saudáveis, possivelmente também alimentos dietéticos especiais, devem estar disponíveis para o cão em pequenas refeições e em intervalos regulares. Certifique-se de que isso sempre contenha a mesma composição, pois não será necessário ajustar a dose de insulina repetidamente.

Diabetes em cães: causa e sintomas

Diabetes em cães é uma doença metabólica, cujos sintomas são principalmente da meia-idade ...

Ar fresco e pouco estresse para os amigos de quatro patas diabéticos

Muito exercício é bom para cães com diabetes e, ao mesmo tempo, uma medida preventiva saudável contra a obesidade. Se seu amigo de quatro patas era anteriormente bastante preguiçoso em se mudar, ele agora precisa aprender a fazer caminhadas mais longas e regulares.

Acostume-se lentamente a isso gradualmente estendendo a caminhada pela casa. Se você aumentar demais o ritmo e a distância de um dia para o outro, isso poderá sobrecarregar o seu cão. E o estresse é veneno para o seu amigo diabético de quatro patas: certifique-se, tanto quanto possível, que a rotina diária dele não seja apenas regular, mas também calma, para que ele se sinta confortável.

As cadelas com diabetes devem ser castradas o máximo possível, porque alterações hormonais durante o calor podem causar problemas adicionais. A progesterona e o hormônio do crescimento aumentam durante esse período e formam um contraponto à insulina, que pode desequilibrar o nível de açúcar no sangue.

Verificações regulares - em casa e no veterinário

No início do diagnóstico de diabetes, é difícil se adaptar à doença. Com o tempo, você aprenderá quando o nível de açúcar no sangue do seu cão aumenta - depois de comer, por exemplo, ou quando ele está excitado - e quando ele cai novamente. Pela primeira vez, é melhor manter um diário dos seus níveis de açúcar no sangue. Nele, registre o valor medido de açúcar no sangue do seu cão várias vezes ao longo do dia.

A curva de açúcar no sangue resultante pode ser útil, por exemplo, ao visitar um veterinário. O médico pode ler diretamente se seu paciente animal está recebendo insulina suficiente ou se a dose pode precisar ser aumentada. Visitas regulares ao veterinário são extremamente importantes para cães com diabetes. No início da doença a cada cinco dias, depois a cada poucas semanas, depois a cada três a seis meses. Na prática, o açúcar no sangue, o hemograma geral e o estado geral são verificados para que seu amigo de quatro patas possa viver uma vida longa e bonita, apesar da perigosa doença metabólica.