Curto

Segurança para usuários externos Parte 2


Na primeira parte do nosso guia sobre gatos ao ar livre, tudo se resumia a medidas de segurança para excursões noturnas do seu corpo. Na parte 2, investigamos o pesadelo de todos os donos de gatos: quando o gato não volta para casa. Explicamos como você pode evitar esse risco, evitá-lo ou agir o mais rápido possível. Seja com um chip ou etiqueta de endereço: equipe bem seu passe livre - Foto: Shutterstock / Sydneymills

Para reduzir o risco de que seu amado amigo de quatro patas possa se perder em um passeio de aventura, ser preso acidentalmente, sucumbir a uma briga ou acidente, uma coisa acima de tudo ajuda: garantir que seu gato não se afaste muito de sua casa. Mas como você realmente faz isso?

Dica 1: Ter o gato castrado

O passo mais importante para impedir que um gato se desvie é tê-lo castrado. Gatos castrados e gatos ficam mais perto da casa e raramente tendem a fazer longas excursões. O risco de lesões por brigas territoriais em ressacas também cai significativamente.

Dica 2: Orientação para o gato

Acostume seu gato ao ar livre e verifique se ele sabe exatamente onde está em casa. Após a mudança, os gatos devem ser mantidos no apartamento ou na casa por 8 semanas, se possível, para que possam se orientar adequadamente e encontrar o caminho de volta em uma excursão ao ar livre.

Dica 3: Deixe o gato entrar em casa a qualquer momento


Também é aconselhável permitir que o gato volte a qualquer momento enquanto estiver fora. Isso também a impede de ter medo de fugir no caso de uma tempestade repentina ou situações semelhantes.

Uma porta ou janela deve sempre permanecer aberta assim que a pata de veludo estiver a caminho. Uma aba de gato também pode garantir que o gato possa ter acesso à própria casa.

Dica 4: Kitty Phone para quem não tem aba de gato

Outra invenção prática é o Kitty Phone, que garante que seu gato possa dizer quando ele quer entrar e não há aba de gato. Um sensor na gola permite ouvir um toque quando o tigre do quarto cansado está se aproximando da casa e você pode abrir a porta.

Dica 5: equipe com um chip ou etiqueta de endereço

Se isso acontecer e o seu gato tiver escapado, facilite a pesquisa se o seu gato tiver sido lascado pelo veterinário. Isso facilita a identificação de um localizador. Além disso, tire boas fotos do seu gato para pendurar pedaços de papel para incentivar os vizinhos a procurar.

As etiquetas de endereço também podem ser usadas e presas a um colar com um fecho de segurança. Isso é importante para que o gato não seja pego em lugar algum e se machuque. Se alguém encontrar seu gato, ele poderá entrar em contato com você o mais rápido possível. Combinado com uma coleira leve, você garante que seu gatinho seja visto melhor à noite.