Em formação

Nascimentos pélvicos e hemorragias em mães de cães


Criar sua cadela pode ser um processo gratificante, mas criar cães traz seu próprio conjunto de riscos para sua fêmea e seus filhotes. Esses problemas podem ser fatais para a mãe e os filhotes, por isso é importante que você aprenda a reconhecer os sintomas.

Gravidez Canina

De acordo com a Clínica Veterinária do Centro-Leste, a gravidez do seu cão durará entre 57 e 72 dias, sendo a média de 63 dias. Se você suspeitar que sua cadela está grávida, ela pode ser diagnosticada por seu veterinário por meio de ultrassom, palpação abdominal, teste de gravidez de relaxina canina ou radiografia. A palpação abdominal é feita sentindo o útero da cadela e é um método relativamente rudimentar de confirmação da gravidez. A palpação abdominal pode não ser confiável, especialmente se seu cão estiver tenso ou acima do peso. O teste de relaxina envolve a administração de um teste de gravidez baseado em hormônios, semelhante ao que é usado em humanos. O ultrassom é confiável para confirmar a gravidez, mas a radiografia é mais eficaz para determinar o número de filhotes. Os exames regulares durante a gravidez podem ajudar seu veterinário a prever e prevenir problemas durante o processo de parto. Quando seu cão dá à luz, o processo é conhecido como parto.

Filhotes de parto

De acordo com o Vetwest Animal Hospitals, você poderá dizer que sua cadela está entrando no primeiro estágio do trabalho de parto quando sua temperatura retal atinge menos de 100 graus. Ela pode parar de comer no período de 24 horas antes do parto. O segundo estágio do trabalho de parto ocorre quando seu cão começa a empurrar ou esticar para dar à luz os filhotes. Você notará fluido saindo de sua área vaginal e ela deve começar a dar à luz os filhotes dentro de uma ou duas horas após o início do esforço. Você pode notar corrimento sangrento ou verde enquanto os filhotes estão nascendo. Alguma secreção é normal. Se o seu cão passa mais de duas horas entre o parto de filhotes individuais, pode ser necessário entrar em contato com o veterinário.

Nascimentos pélvicos

O nascimento da pélvis ocorre quando o filhote não está na posição correta ao entrar no canal de parto. Quando um filhote está na posição de culatra, ele normalmente sai da cauda e parte inferior para a frente, enquanto um dos posteriores é estendido na direção oposta. Enquanto alguns filhotes de culatra saem sem incidentes, outros ficam presos dentro da mãe.

Identificando um nascimento de culatra

Se a sua cadela tem estado a esforçar-se por um longo período de tempo mas não produziu um cachorro, ou se pode sentir um caroço ou ver o rabo através da vulva mas o cachorro não sai, há uma boa hipótese de o cachorro estar dentro uma posição culatra. Você precisará entrar em contato com seu veterinário imediatamente se acreditar que seu cão está tentando dar à luz um filhote na posição culatra. Esta é uma situação de emergência e o veterinário precisará ajudar no parto ou realizar uma cesariana. O cachorro terá que nascer de uma forma ou de outra. Este não é um problema que se corrigirá sozinho com o tempo; ao contrário, a condição da mãe e do filhote piorará com o passar do tempo. Em alguns casos, um ou ambos podem morrer se o tratamento veterinário não for administrado imediatamente.

Hemorragias durante o parto

As hemorragias podem ocorrer durante o parto como resultado de uma variedade de problemas graves, incluindo ruptura uterina. As hemorragias são bastante fáceis de identificar. Você notará uma grande quantidade de sangue fresco saindo da vulva, como se seu cachorro estivesse sangrando de uma ferida. Se você suspeitar que pode haver uma chance de seu cão estar com hemorragia, você deve levá-lo imediatamente ao veterinário para tratamento de emergência. Esta é uma condição de vida ou morte e o tratamento adequado é essencial para a sobrevivência da mãe e dos filhotes.

Referências


Assista o vídeo: O CACHORRO MAIS INTELIGENTE DO MUNDO! (Julho 2021).